Milton Fiorillo

AMAR É:

Por Milton Fiorillo há 3 anos

Amar é:

Conversando com alguém que troca ideias comigo sobre espiritualismo, me vem o questionamento: "você me diz nas entrelinhas que não sei amar. Como fazer algo que não conheço?"

Primeiro é saber que amar não é fazer ou dar carinho, sentir atração ou simpatia por algo ou alguém, falar belas palavras em elogio etc. Amar é: permitir ao outro ser, estar e fazer sem julgamentos e condenações, ou seja: respeito!

Você não vai aprender a amar, mas a desaprender a ter raiva, a julgar e condenar atos alheios, ganhar sempre impondo suas verdades e desrespeitar as do outro. O espírito já ama, pois o amor é a única coisa real no Universo, o  que se faz necessário é o amor crístico ensinado por Jesus, como por exemplo "dê a outra face, perdoe 70x7, atire a primeira pedra quem não tiver pecado e outros mais.

Em O Livro dos Espíritos na questão 886, Allan Kardec pergunta ao Espírito da Verdade, como Jesus entende a caridade. A resposta surpreende aqueles que sabem e ouvem nos estudos da doutrina que "fora da caridade não há salvação". "Benevolência para com todos, indulgência para as imperfeições alheias e perdão das ofensas". Benevolência é ter boa vontade para com o próximo, não falo de boa vontade em doar coisas materiais, isso é fácil; mas de ser indulgente e de perdoar. Indulgência é retirar a acusação, que de pronto é estabelecida pela mente através dos conceitos arquivados de certo e errado que o sistema humano de vida nos passa. Perdão é de preferência não ver erros, pois Deus é a causa primária de todas as coisas, a inteligência suprema, onipotente, onipresente, oniciente, que dá a cada um segundo suas obras, com justiça perfeita e amor sublime. Sendo assim não há nada de errado no campo de provas que é a Terra.

Por que eu tenho que questionar à Deus invés de amá-lo? Por que devo julgar ao próximo, se é ele quem me dá a oportunidade de amar, fornecendo-me as provas?

Lembre-se que amor e caridade são sinônimos. Sem a caridade, não haverá reforma íntima e um aproveitamento melhor nas provas desta edição, ou seja o personagem humano ao qual o espírito, quem realmente você é, está ligado. Ele que é eterno, o personagem é temporário!

Ame, amar e amar!

Espiritualismo Ecumênico Universal