Paulo Siqueira

Arma Astral

Por Paulo Siqueira há 4 meses

Como fazer a rima sair legal

Domo lazer a linha fluir letal

Tomo a ler a vinha ruir o mal

Tombo ao ver que tinha que ir pro astral

Louvo ao escrever rinha pra tu se munir do meu arsenal

De arma que se usa sempre no final de cada pensado carnal

Algo aconteceu em minha cabeça, mas nunca poderei dizer que tenho certeza, o que quer que aconteça eu não vou acreditar em nada que teça, lógicas formadas por formas deixo tudo ir embora é meu apreço, enquanto escrevo não planejo os trechos, por exemplo agora a mão digita não pensamentos mas transcreve sentimentos, deixo as palavras virem com o vento, mesmo tempo que sobra o ecoar do tempo, que estou aqui mantendo o firmamento que aprendi com Joaquim a explicação que parece sem fim, mestres que mostram que não há fim e que em mim reside também Paim.

Éguinho Paulin Siqueira, louvado seja o pai.