Aldo Pereira

Como sair do mundo de provas?

Por Aldo Pereira há 6 meses

Você passa por provas para chegar a um fim. Que fim é esse? Alcançar os objetivos da encarnação.  

Vamos dar um exemplo. Hoje os espíritos encarnam na Terra para provas e expiações, ou seja, para provar a si mesmo a fé, provar a capacidade de louvar a Deus ao colher os frutos daquilo que plantou. Sendo assim, quando conseguem provar a si mesmo que têm fé ao colher todos os seus frutos, encerram um período na sua existência espiritual. Por isso para de encarnar em mundos de provas e expiação e pode, então, encarnar em outro mundo, o de regeneração, que é aquele no qual, além de provar, terá que mudar-se completamente. Ou seja, não vai mais nascer como ser humano e ter que provar nada: nascerá com a consciência ser espírito e terá que regenerar-se. Nascerá com a consciência de ser um espírito ao invés de imaginar-se como um ser humano. É isso que Krishna chama de sair da roda do sansara ou sair da roda das encarnações. Isto acontece quando o espírito deixa de encarnar num mundo composto por um objetivo específico.

Sendo assim, não podemos dizer que as situações da vida são sofredoras. As situações são provas onde o espírito pode escolher entre manter-se em paz e vivenciar o amor de Deus ou escolher sofrer. Pode manter-se na felicidade, na harmonia e na paz ou se perder no individualismo e gerar o sofrimento.

Obs. Mas afinal, o que seriam essas provas?

Tudo o que você toma consciência e estabelece um conceito. Feio, bonito, certo, errado, divino, diabólico etc. Tudo. Se o mundo é de provas, tudo é prova. Ajudar o próximo pode ser missão, mas quando você acha "certo" o ajudar, já virou prova. Captou?

Espiritualismo ecumênico universal