Marcio Eduardo

Diagnóstico de um sofredor

Por Marcio Eduardo há 3 anos

Uma das características do sofrimento é a contrariedade, negar aquilo que está acontecendo para viver um sonho baseado em outra realidade. Mas esse comportamento não pode ser fundamentado em atos e nem em pensamentos porque essa parte é imutável, o que aconteceu não poderia ser de outra forma. Logo, se fosse traduzido em atos, o sofrimento não poderia ser uma responsabilidade nossa. O sofrer então está além do que podemos explicar, e pode ser confundido com diversas percepções ilusórias, com conotações pejorativas e energias negativas, onde na Realidade podemos estar até sorrindo, vai saber... Afinal qual é a graça de entrar no parque dos horrores e não se divertir?