Roosevelt Cardoso

Questionamentos e respostas das crianças

Por Roosevelt Cardoso há 2 semanas

      O que as crianças demonstram quando fazem sucessivos questionamentos ao adulto? Elas dizem: “Por que eu tenho que ir pra escola?”. “Para aprender”, responde o adulto. “E por que tenho que aprender?”. “Porque você precisa se formar!”. Elas retrucam: “Mas por que tenho que me formar?”. “Para ser um médico, por exemplo”. “E por que tenho que ser um médico?” ... e por aí vai.

      Por que as respostas dos adultos não satisfazem as crianças? Observando a simplicidade delas ao responderem sem pensar, me veio a idéia de que é justamente por isso que elas não se satisfazem: porque as respostas vêm carregadas de conceitos individuais e a criança não concebe isso. Para elas, tudo é simples e direto, verdade universal e ponto. Quando perguntam “por que você está correndo?”, “por que está triste?” ou “por que está feliz?” Querem a resposta “porque sim”! Pra elas é simples, não tem que justificar (raciocinar) nada.

      É o processo de raciocínio que mascara, que modifica a verdade universal, aquilo que a criança vive, o momento presente. Daí, ela não entende o porquê de tantas justificativas. Acho que no fundo de sua natureza ainda simples elas esperam dos adultos o reconhecimento de que tudo é como é e tem uma só causa primária, Deus.

                                                                                                                                         Roosevelt.