Aldo Pereira

Tudo é entre você e Deus.

Por Aldo Pereira há 3 meses

“Ele próprio escolhe o gênero de provas por que há de passar e nisso consiste o seu livre-arbítrio.”  

Leiam novamente: “ele próprio escolhe o gênero de provas por que há de passar e nisso consiste o seu livre-arbítrio.”

Se isso é verdade, e é porque trata-se de um ensinamento de um mestre da humanidade, o Espírito da Verdade, quer dizer que o espírito escolhe e sabe antes da encarnação, antes de nascer, a vida que terá. Aí está dito mais: esse é o livre arbítrio do espírito.

Eis a informação da existência da liberdade que Deus dá a cada um de escolher as perguntas das provas que irá se submeter quando encarnado. Você diz ‘Deus, que quero provar que me libertei da posse’. Ele, então monta uma historinha, um enredo de vida, onde esteja presente a possessão para que você possa provar a sua libertação dessa forma de viver. Você diz, ‘Deus, quero provar que me libertar da arrogância’. Ele, então, gera uma história onde estará presente a sua arrogância para que possa provar que se libertou dela.

Nada acontece por acaso. O ser não vive a vida aqui, ele a gera antes de encarnar. Tudo o que vivenciará durante a encarnação vai sendo criado antes. Depois que encarna, só vivencia o que foi prescrito.

Obs. Se quem cria as histórias é Deus, quem é o "culpado" de você ter perdas em enchente, ser assaltado, sorrir, chorar.....?

É por isso que os mestres ensinam: 

No final, é tudo entre você e Deus.

Espiritualismo ecumênico universal