Aldo Pereira

Andando em círculos

Por Aldo Pereira há 1 dia

Sabe porque a humanidade não abre os ouvidos para os ensinamentos dos mestres, mas sim para os médiuns, humanos que falam dos ensinamentos apegados à ganhar nesta vida? Porque são humanos. Eles preferem esses ensinamentos porque querem ganhar já, logo. Porque querem ter o prazer, a satisfação de ver seus desejos atendidos. Porque querem ser reconhecidos, admirados, paparicados. Porque querem o elogio, querem que digam a ele que está certo aqui e não na outra vida. É por isso que as pessoas se aprofundam nos ismos que você falou ao invés de buscarem ensinamentos para fazerem uma reforma, uma transformação em si mesmo. O que elas estão buscando nas religiões é cultura para tornarem-se sábios e com isso poderem cantar vitória sobre os outros. Uma das grandes provas do espírito encarnado que exerce o papel de doutrinador, de transmissor dos ensinamentos, seja como médium ou palestrante, é justamente a idolatria. O problema é que todos querem ser idolatrados. É por isso que vocês vivem buscando em milhares de fontes respostas que já têm. Pare de procurar informações e vá viver a sua vida amando a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo.

Como disse Cristo: "Tudo está consumado"

Espiritualismo ecumênico universal

Denn Pires

Por que o Diabo nos odeia? Inveja Mortal da Humanidade.

Por Denn Pires há 2 dias

Por que o Diabo nos odeia? Inveja Mortal da Humanidade.

Primeiramente ele nos odeia porque NUNCA mais poderá ter a chance de estar em um momento de tranquilidade e paz. Desde que pecou contra Deus, a vida dele é de pura agonia mental. Minuto após minuto, ele sente um relógio cronometrando seu TORMENTO ETERNO.

Cada "Tic-Tac", é uma faca entrando em seu ser eterno, que nunca mais poderá ser redimido. Ele nos odeia porque estamos indo no caminho da luz, amor, paz, etc. Ele daria TUDO destruir a nossa paz e a nossa fé. Ele já teve varias oportunidades de se arrepender e pedir perdão a Deus por ter desejado ser como Deus um dia na Eternidade. Deus sempre vai nos proteger dos ataques do lucífer e seu demônios das trevas.

É por isso que ele nos odeia, porque podemos SER PERDOADOS de nossos pecados, ele só vai ser perdoado quando se arrepende dos seus pecados. Nós somos o foco central do amor de Deus, e isso causa uma inveja mortal nele e em todos os outros anjos caídos que terão o mesmo tormento que ele: o diabo será castigado e colocado no purgatório ou no inferno ate que aprenda a respeita o nosso Deus pai.

Se ele pudesse voltar ao tempo, não teria feito o que fez... Mas não pode, por isso nos odeia, porque dia após dia temos a CHANCE de não jogar fora a nossa Eternidade como ele fez.

Você conhece o ardis de Satanás? Você sabe quem é Satanás? Muitos podem dizer: “Eu não quero saber nada a respeito de Satanás”. Bem, isso é uma grave falta, porque todos estamos em guerra, queiramos ou não, saibamos ou não, lutemos ou não. Isso é um fato.

E apesar de nós cruzarmos nossos braços nos recusando a saber sobre os planos do Diabo, ele não faz o mesmo. Ele estuda cada segundo de nossa vida, avaliando nosso compromisso com Deus.

A alegoria que gosto de usar é a seguinte: Se você está no meio de um ano letivo, e a Escola onde você estuda lhe informa que não é mais necessária a sua presença, porque você já está reprovado por ter faltado demais às aulas. Qual seria a sua reação?

Eu diria: “Ok, até o ano que vem então!” E não apareceria nem mais um dia sequer para freqüentar as aulas, afinal, “já estou reprovado”.

Se o aluno em questão fosse o diabo ele diria: “Estou reprovado? Pois bem, virei TODOS os dias, tirarei as MELHORES NOTAS e participarei de TODOS os trabalhos!”.

É assim que ele reage. A realidade dele é a seguinte: Ele já está condenado, e NADA pode mudar isso, mas ao invés de sentar embaixo de alguma árvore e ficar esperando o castigo chegar, ele faz como o aluno que já está reprovado, porém é persistente, ele pensa consigo mesmo:

“Estou condenado? Ok,atormentarei e humilharei a humanidade, e arrastarei para a mesma condenação que me é reservada tantos humanos quantos puder conseguir seduzir.”

E por que isso? Porque ele odeia a nós, humanos (espíritos), afinal , ele errou UMA única vez, e trouxe sobre si condenação. Já nós, humanos (espíritos), pecamos, pecamos e pecamos e Deus nos perdoa, perdoa e perdoa. Porém não devemos nos acomodar a esse perdão de Deus e vivermos em pecado, pois com isso corremos o risco de ter nossa consciência cauterizada.

“Bem, cometerei esse pecado, e depois peço perdão a Deus por isso, mas jamais deixarei essa “oportunidade” passar”. E assim vamos nos afundando no vício mortal do pecado. Cuidado...

Não vos enganeis, Deus não se deixa zombar, pois tudo que o homem semear, isso também colherá. (Gálatas 6:7)

No filme “Constantine”, podemos ver em uma das frases ditas durante um diálogo, o ódio que o diabo tem de nós, seres humanos:

"Vocês receberam essa preciosa dádiva não é? Cada um de vocês recebeu a redenção do Criador: assassinos,estupradores, molestadores... todos vocês. Basta se arrependerem, e Deus os acolhe.

Em outras palavras: Em todo o Universo, nenhuma criatura pode ter tanto, só o Homem.

Não é justo. Se o bondoso Deus os ama tanto assim... eu vou torná-los dignos desse amor. Eu venho observando vocês há muito tempo. Só diante da face do horror vocês encontram o seu lado mais nobre. E vocês podem ser tão nobres... Então,vou proporcionar a dor... Vou trazer o horror, pra que possam superar isso, para que os que sobreviverem ao reino do inferno na Terra, sejam dignos do amor de Deus."

-Constantine diz: -"Gabriel", você enlouqueceu.

Lúcifer continua seu discurso: "O caminho da Salvação começa esta noite, neste momento".

(O Diálogo acima foi extraído diretamente do filme - Constantine).

Portanto, vigiemos, ele nos odeia, mesmo que não façamos NADA.

Ele nos odeia pelo simples fato de termos nascido e sermos amados por Deus, portanto, já que o ódio dele é gratuito, façamos algo pelo Senhor Jesus! Empenhe sua vida na causa de Jesus!

Não pense que se excluindo de participar na Obra de Deus, estará livre dos ataques do inferno...

E nunca se esqueça de que o diabo esta de tocai esperando um vacilo seu! O diabo é como um leão que fica de tocai esperando o vacilo da presa para da um bote mortal.

É por isso qu vcs tem que orai e vigai para fica atento com o diabo!!

Aldo Pereira

As provas não são materiais.

Por Aldo Pereira há 2 dias

A prova do espírito não se consiste em ter ou deixar de ter. O ser universal não é avaliado pelo que tem ou pelas carências que vive. A prova do espírito está focada no desejo, ou seja, não importa se tenha algo ou não, o que importa é como vive com ele mesmo.

Se o ser humanizado tem e não deseja mais nada, está bem; se não tem e não deseja mais nada também está bem. Agora, se ele não tem ou se tem e quer mais, esse é o problema.

Por isso lhe dou um conselho: você não pode generalizar. Não pode dizer que a prova da riqueza é maior ou mais difícil do que a da pobreza. Isso porque tem muito rico que vive em paz e felicidade com o que tem e a maioria dos pobres não conseguem viver assim.

Lembro que no estudo de O Livro dos Espíritos eu disse assim: a prova do rico é mais dura porque tem mais opções para desejar, mas a prova do pobre também é muito dura, porque ele sonha em ter. Esse é o problema.

Você está avaliando provas pelo mundo externo, pelo que o ser humano tem ou deixa de ter, quando na verdade ela se consiste na forma com que o ser encarnado convive com o que tem ou não. Portanto, se você não tem e não deseja ter, está em paz e harmonizado. Se tem e quer ter mais, não está satisfeito com o que tem, não está harmonizado. Esta é a diferença.

Apenas complementando: coitado do medianeiro. Falo assim porque neste mundo aquele que não tem coisas e não tem condições para ter, acaba se resignando em não ter. Já aquele que está no meio do caminho acha que viver como rico é bom. Por isso tem muito desejo de ter. Portanto, a prova do medianeiro é pior do que quem não tem ou que tem.

Espiritualismo ecumênico universal

Marcio Eduardo

Justiça Individual

Por Marcio Eduardo há 3 dias

Vivemos em um tempo onde cada vez mais pessoas se unem para defender idéias contrárias a outros grupos. Então se eu concordo contigo, eu estou contigo e não com aqueles que não concordam com a gente. E quando a gente não concorda com a família, com os líderes, com o amigo, é melhor nem tocar no assunto. Parece que tudo isso começou quando uma mãe percebeu a importância de manter o filho vivo, com saúde, e seguro até que ele pudesse se cuidar sozinho, os mamíferos são mais assim. O macho protege sua prole, com isso se prende ao circulo amoroso, e quando ele percebe que alguém faz mal a sua família, luta por justiça. E essa atitude vem se proliferando pelas vias mentais do ser humano, onde tudo que importa é cumprir seus objetivos pessoais. Suas ideias, são o seu maior tesouro, porque foram geradas dentro da sua cabeça, são suas próprias percepções e assim ele as protege. Porque onde já se viu alguém sem rumo, que não sabe o que quer? Fica parecendo um doente mental, que não liga pra mãe, nem pro pai ou os filhos, não é? Então é isso, a mente humana luta por justiça individual desde os primórdios dos primórdios, e esta raiz penetra por milhares de quilômetros dentro do ego humano. Antes era só pra defender a família, e hoje, pelos mesmos motivos egoístas, pra defender ideias.

Denn Pires

Por que Deus criou o diabo?

Por Denn Pires há 3 dias

Por que Deus criou o diabo?

A Bíblia não diz por que Deus criou o diabo mas diz que Deus criou tudo para ser bom (Gênesis 1:31). Deus sabe todas as coisas, então Ele sabia que o diabo iria se rebelar. Mesmo assim, Deus achou que valia a pena criar o diabo.

Deus criou o diabo para ser um anjo mas o diabo escolheu se rebelar contra Deus. O diabo tem livre-arbítrio, tal como nós. Ele foi criado para ser bom mas podia escolher se queria ser bom ou não. Quando o diabo rejeitou Deus, ele se tornou ruim, porque tudo que é bom vem de Deus.

Deus vê e conhece tudo – o passado, o presente e o futuro (Isaías 46:9-10). Por isso, quando criou o diabo (Lucifer), Ele já sabia que ele iria se tornar ruim. A Bíblia não explica por que Deus achou que era boa ideia criar o diabo, que iria causar tanto sofrimento. Mas a Bíblia diz que Deus tem um plano bom e que todas as coisas que faz e deixa acontecer fazem parte desse plano (Romanos 8:28).

A perspetiva de Deus

Para entender um pouco da razão por que Deus criou o diabo, precisamos entender algumas coisas sobre Deus:

Deus é amor (1 João 4:8-9). Ele ama todos e fica triste quando alguém se rebela contra Ele. Deus não quer que ninguém vá para o inferno (Ezequiel 18:32). Jesus nos ama tanto que morreu na cruz e ressuscitou para podermos ser salvos.

Mas Deus também é justo. Ele não tolera o mal (Salmos 5:4). Deus nos deixa escolher se O vamos amar ou não (sem poder de escolha, não há amor). Quem escolhe o mal e se rebela contra Deus não pode ficar na Sua presença. O inferno ou purgatório é simplesmente uma eternidade completamente separado de Deus, a fonte da vida e de tudo que é bom (Tiago 1:17).

Talvez Deus criou o diabo para nos mostrar que temos uma escolha. Deus não nos obriga a amá-Lo, porque isso não seria amor. No diabo, Deus nos mostra a alternativa ao Seu amor. No diabo, Deus nos mostra o que é uma vida sem Deus.

Talvez Deus criou o diabo para mostrar que Seu amor é melhor. Deus usa até as obras do diabo para mostrar como Seu amor por nós é grande! (Romanos 5:20-21) Ou talvez Deus tem um plano maior, que nós não entendemos. De qualquer jeito, com todas as escolhas erradas que nós e o diabo fazemos, Deus usa tudo para fazer algo belo.

Denn Pires

Por que Deus não destrói o diabo?

Por Denn Pires há 3 dias

Por que Deus não destrói o diabo?

A Bíblia não explica por que Deus não destruiu o diabo imediatamente mas diz que será castigado e colocado no purgatório ou no inferno ate que aprenda a respeita o nosso Deus pai.. Deus tem um tempo certo para tudo. O diabo vai receber seu castigo.

Quando o diabo se rebelou contra Deus, ele não foi destruído imediatamente. O mesmo aconteceu com Adão e Eva quando pecaram. Se Deus tivesse destruído o diabo imediatamente, Ele teria de destruir Adão e Eva (e todos que pecam) imediatamente também. Deus não gosta de ver suas criaturas perecer. Ele quer dar uma segunda chance a todos (Ezequiel 18:32).

Deus permite que o diabo continue existindo por algum tempo mas o diabo já está condenado (Apocalipse 12:12). Ele rejeitou Deus completamente, não se arrepende e leva outros a pecar. Por isso, no tempo certo, ele receberá o castigo que Deus sentenciou.

Deus ainda não destruiu o diabo porque Ele é muito paciente. O diabo será castigado no dia do Juízo Final, junto com todos que não se arrependeram de seus pecados. Esse dia ainda não chegou porque Deus não quer que ninguém pereça. Ele quer que todos tenham a chance de se arrependerem (2 Pedro 3:9-10).

Enquanto não chega o dia de seu castigo, o diabo tem poder limitado sobre a terra. Ele tenta afastar as pessoas de Deus e convida ao pecado. Mas Deus conhece tudo que o diabo faz contra Ele e Seus planos são muito maiores. Deus usa até as obras do diabo para cumprir Seu propósito! O diabo não consegue frustrar os planos de Deus (Salmos 33:11).

O diabo causa muitos problemas no mundo mas Deus mostra que Seu amor é muito mais poderoso. O diabo nos mostra como é um mundo sem Deus. Deus nos mostra como é um mundo restaurado por Seu amor. Deus não fica feliz com as obras do diabo mas Ele as usa para nos mostrar que Seu caminho é melhor (Romanos 5:20-21).

Denn Pires

O diabo existe? Quem é o diabo?

Por Denn Pires há 3 dias

O diabo existe? Quem é o diabo?

Sim, a Bíblia diz claramente que o diabo existe. O diabo é um ser criado por Deus mas que se rebelou contra Ele. O diabo quer nos destruir e tenta nos induzir ao pecado. No Juízo Final o diabo será castigado e colocado no purgatório ou no inferno ate que aprenda a respeita o nosso Deus pai.

O diabo é uma metáfora para o mal?

Não! O diabo é um espírito das trevas. A Bíblia diz que o diabo é um ser espiritual, como os anjos. Ele foi criado por Deus mas escolheu o mal. Por isso ele está debaixo da condenação de Deus. Agora o diabo luta contra Deus e tenta destruir Suas obras. Estejam alertas e vigiem. O Diabo, o inimigo de vocês, anda ao redor como leão, rugindo e procurando a quem possa devorar.

O diabo não é uma entidade abstrata, é um indivíduo com personalidade. A Bíblia nos mostra o diabo conversando com pessoas, cara a cara. Ele tomou a forma de uma serpente para enganar Eva e pode se disfarçar como anjo de luz (2 Coríntios 11:14). O diabo vive na parte espiritual do mundo, podendo entrar dentro de uma pessoas e influenciar suas ações (Lucas 22:3).

O diabo é um deus maléfico?

Não, o diabo não é um deus. Ele gostaria de ser adorado como um deus mas é apenas um ser criado por Deus. O diabo é forte mas não é todo-poderoso, é inteligente mas não sabe tudo. Ele apenas pode imitar (mal) as obras de Deus.

O diabo já foi derrotado por Deus. Quando Jesus morreu e ressuscitou, ele derrotou o poder do diabo (Hebreus 2:14-15). O diabo já sabe que perdeu. No fim dos tempos, o diabo será castigado e colocado no purgatório ou no inferno ate que aprenda a respeita o nosso Deus pai.

O diabo pode controlar as pessoas?

O diabo apenas pode controlar quem o deixa ter controlo. Quem vive no pecado dá poder ao diabo na sua vida (1 João 3:8). O diabo também pode enviar seus demônios para causar problemas. Mas o diabo não tem poder absoluto sobre as pessoas. Com Jesus, podemos ficar livres do poder do diabo.

O diabo trabalha principalmente por influência. Ele traz tentação e tenta convencer as pessoas a pecar. O diabo é enganador e é muito bom mentiroso (João 8:44). Ele usa subtileza para destruir a vida das pessoas.

O diabo e o cristão

Quem aceitou Jesus como seu salvador está livre do poder do pecado. O diabo já não tem direito sobre sua vida. Com a ajuda de Jesus, podemos resistir ao diabo e rejeitar sua influência (Tiago 4:7).

O diabo não gosta quando alguém aceita Jesus e quer causar danos. Por isso, é muito importante vestir a armadura de Deus para resistir aos seus ataques (Efésios 6:11-12). Em Jesus podemos ter vitória sobre o diabo!

Outros nomes do diabo na Bíblia

Os nomes do diabo na Bíblia nos ajudam a entender melhor quem ele é. Diabo significa “acusador”. Ele acusa as pessoas, tentando levá-las ao inferno. Seus outros nomes são:

Satanás – significa adversário; o diabo está contra nós – Jó 1:6

Belzebu – significa “rei das moscas”; o diabo é o rei das coisas desprezíveis – Mateus 12:24

Belial – significa “imprestável” – 2 Coríntios 6:15

Destruidor – que em hebraico é Abadom e em grego é Apoliom – Apocalipse 9:11

Maligno – não há nada de bom no diabo – Efésios 6:16

Denn Pires

Existem anjos caídos? Eles têm nomes?

Por Denn Pires há 3 dias

Existem anjos caídos? Eles têm nomes?

Sim, a Bíblia diz que anjos caídos existem mas não fala seus nomes. O único anjo caído com nome na Bíblia é Satanás. Os outros anjos caídos são os servos do diabo, que rejeitaram a Deus.

A Bíblia não diz se esses anjos caídos são a mesma coisa que os demônios mas são todos seres espirituais virados para o mal.

Os anjos, como os humanos, têm livre-arbítrio: podem fazer escolhas. Liderados pelo diabo, alguns anjos decidiram pecar e por isso foram expulsos da presença de Deus. Esses são os anjos caídos.

A Bíblia fala que Deus prendeu os anjos que pecaram. Agora eles esperam o Juízo Final, quando serão condenados a ficarem no inferno ou purgatório para aprender a respeita o nosso Deus pai, junto com o diabo. Podemos ter a certeza que os anjos caídos são demônios, então ainda têm alguma influência sobre o mundo nos dias de hoje.

Por que a Bíblia não fala os nomes de anjos caídos?

A Bíblia não fala muito sobre anjos caídos porque essa informação não é útil. O foco da Bíblia é Deus e Sua relação com os homens, não os anjos. Os anjos caídos já foram derrotados por Deus.

Saber o nome de um anjo caído não nos vai ajudar a vencê-lo. O nome que realmente precisamos conhecer é Jesus Cristo, contra quem nenhuma força do mal pode resistir (Filipenses 2:9-11). Esse é o principal que precisamos saber sobre anjos caídos.

A Bíblia nos avisa a não cair no pecado de cultuar anjos (Colossenses 2:18). Os anjos, sejam bons ou maus, são seres criados por Deus, como você e eu. Não têm o poder de Deus e não devem ser adorados nem reverenciados. A Bíblia provavelmente não fala os nomes anjos caídos para não cairmos na tentação de invocarem ou adorarem.

Que outros nomes tem o diabo?

Os nomes do diabo na Bíblia nos ajudam a entender melhor quem ele é:

Satanás – significa acusador – Jó 1:6

Destruidor – que em hebraico é Abadom e em grego é Apoliom – Apocalipse 9:11

Belial – significa imprestável – 2 Coríntios 6:15

O que são anjos?

Anjos são espíritos criados por Deus. Eles louvam e servem a Deus e ajudam os santos (Hebreus 1:14).

Amem!!

Denn Pires

O que Deus diz sobre livre-arbítrio?

Por Denn Pires há 3 dias

O que Deus diz sobre livre-arbítrio?

A expressão livre-arbítrio não aparece na Bíblia, mas Deus dá ao homem capacidade de escolher e responsabiliza os seres humanos por cada um dos seus atos, mesmo nunca tendo falado especificamente sobre livre-arbítrio.

Se entendermos a expressão livre arbítrio como a capacidade que todos os seres humanos têm de escolher e tomar decisões que produzem um efeito real e alteram situações, sim, Deus fala sobre isso e podemos ler na Bíblia sobre esse tema.

Logo no segundo capítulo da Bíblia, no livro de Gênesis, Deus fala com Adão, dizendo que ele tinha uma escolha, a de não comer o fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal. Comendo, ele morreria (Gênesis 2:16-17).

Isso significa que segundo a Bíblia, seres humanos não são robôs mas sim seres capazes de tomar decisões reais que afetam suas vidas e as vidas de outros ao seu redor.

O livre-arbítrio e a soberania de Deus

A Bíblia nos ensina que Deus é soberano, que nada acontece que não tenha sido determinado por sua vontade (Isaías 55:11). E vemos até que o próprio Deus endureceu o coração do faraó para não deixar o povo de Deus sair do Egito. Isso parece entrar em conflito com o nosso livre-arbítrio, mas não é o caso.

A nossa capacidade de escolher e a soberania de Deus são apresentadas na Bíblia como duas verdades que, embora possam parecer contraditórias a nós, caminham, na realidade, lado a lado.

Então, será que somos verdadeiramente livres nas escolhas que fazemos, se Deus é soberano sobre todas as coisas? Não será isso injusto? Se Deus manda em tudo, como é que Ele pode nos responsabilizar pelas escolhas que fazemos? A resposta do apóstolo Paulo para esse tipo de pergunta está em Romanos 9:19-20:

Mas algum de vocês me dirá: "Então, por que Deus ainda nos culpa? Pois quem resiste à sua vontade?" Mas quem é você, ó homem, para questionar a Deus? "Acaso aquilo que é formado pode dizer ao que o formou: 'Por que me fizeste assim?'"

Deus é justo e temos que confiar na justiça dele. Pode ser difícil de entender, mas estas três coisas são verdade:

Nós somos livres de escolher;

Somos responsáveis pelo que escolhemos;

Deus é soberano sobre tudo.

Amem!!!!!

O livre arbítrio e a natureza pecadora

A partir do momento em que desobedeceu a Deus, o homem não só pecou como tornou-se incapaz de não pecar. O pecado passou a fazer parte da sua natureza.

Livre-arbítrio, por isso, não significa que podemos escolher fazer ou não fazer tudo o que queremos. Nós não podemos escolher não pecar. É isso que significa ser "escravo do pecado" (Romanos 6:6).

A boa notícia é que pelo poder do Espírito Santo, que habita naqueles que já nasceram de novo, é possível escolher não pecar (Romanos 8:7-9):

"a mentalidade da carne é inimiga de Deus porque não se submete à Lei de Deus, nem pode fazê-lo. Quem é dominado pela carne não pode agradar a Deus. Entretanto, vocês não estão sob o domínio da carne, mas do Espírito, se de fato o Espírito de Deus habita em vocês. E, se alguém não tem o Espírito de Cristo, não pertence a Cristo".

Denn Pires

O que é o livre-arbítrio?

Por Denn Pires há 3 dias

O que é o livre-arbítrio?

O livre-arbítrio é o poder que temos de tomar uma decisão, sem sermos obrigados a escolher uma determinada opção. O livre-arbítrio é nosso poder de escolha. Por causa do livre-arbítrio, cada pessoa é responsável por suas ações. Deus nos deu o livre-arbítrio.

O livre-arbítrio existe?

Sim, o livre-arbítrio existe. Todas as pessoas são influenciadas por muitos fatores mas esses fatores não tiram nosso poder de escolha. Nós também influenciamos eventos. A Bíblia ensina que cada pessoa pode tomar decisões e é responsável por essas decisões.

Deus nos ama e nos deu livre-arbítrio para podermos O amar também. Só uma pessoa com livre-arbítrio consegue amar. Nós não somos “bonecos ou robô” que Deus usa para brincar. Ele nos concedeu livre-arbítrio porque somos especiais para Ele.

Mas o livre-arbítrio implica responsabilidade. Nossas ações têm consequências e somos responsáveis por elas. Livre-arbítrio não significa que podemos fazer coisas erradas sem pagar o preço. Nossa liberdade é limitada pelas regras de Deus (Romanos 2:6-8).

Deus sabe o que vou escolher?

Sim, Deus sabe todas as coisas. Ele dá poder de escolha mas também consegue ver a decisão que você vai tomar. Isso não significa que você não tem livre-arbítrio. Deus sabe suas escolhas mas é você quem as toma. Deus trabalha com as decisões que tomamos para cumprir Seus planos (Romanos 8:28). É um pouco como um jogador profissional de xadrez que consegue prever as jogadas do oponente e usa essa vantagem para organizar sua estratégia. Ao mesmo tempo somos livres para escolher e Deus está no controle.