Denn Pires

Maldade e bondade ou caridade existem sim!

Por Denn Pires há 4 dias

Maldade e bondade ou caridade existem sim!

Existem a maldade e bondade ou caridade. Quando um espirito faz mal a outro espirito através da crueldade do sofrimento! Isso se chama maldade! Então a maldade existe sim! Quando um espirito faz o bem a outro espirito. Isso se chama bondade ou caridade!

A caridade é própria bondade! Quando uma pessoa ajuda um cego atravessa uma rua! Isso se chama bondade ou caridade!

Caridade ou bondade é um sentimento ou uma ação de ajuda a alguém sem a espera de qualquer recompensa.

Então para vcs espiritas uma pessoa (espirito) mata outra pessoa (espirito) inocente! Isso é certo e normal para vcs? No mandamento 5 - Não matar! Só Deus tem o direito de tirar a vida dos seus filhos e filhas! Mas o nosso Deus pai perdoa os seus filhos que matar por legítima defesa. É claro que não vamos deixar a outra pessoa mata nós.

A maldade e a bondades ou caridade sempre existiram na caminha da vida.

Amem!!!

Denn Pires

A 4ª ARMA DO DIABO !!!

Por Denn Pires há 5 dias

A 4ª ARMA DO DIABO !!!

O diabo tem 3 armas para acabar com o homem e a mulher de Deus que estão ou querem ir para o altar. Porém há mais uma que é fatal, e se o homem e a mulher de Deus não vigiarem, cairão por ela.

A primeira arma do diabo é colocar mulheres no caminho do homem de Deus, e homens no caminho da mulher de Deus. O diabo faz isso para enfraquecer o homem ou a mulher de Deus.

A segunda arma usada pelo diabo é até mesmo parecer que é uma benção de Deus, que é a prosperidade. O diabo faz isso para que a pessoa prospere e perca o brilho pela obra de Deus no altar, pois ele sabe que se aquela pessoa chegar ao altar ela ira arrebentar. Obs.: Temos que ter uma vida abençoada antes de ir para o altar sim porem sem perder o foco do que queremos, que é salvar almas.

A terceira arma é o orgulho, pois o diabo consegue cegar a pessoa, fazendo com que ela não perceba que ela é orgulhosa, pois um orgulhoso na maioria das vezes não sabe que é orgulhoso.

Agora vamos a nossa história para você descobrir qual é a 4ª arma usada pelo diabo para destruir os que fazem a obra de Deus.

Havia um pastor em uma igreja que tinha sucesso em tudo o que fazia. Tinha comunhão com Deus e andava em santidade orando, jejuando e lendo a Bíblia. Onde ele ia, desenvolvia o trabalho. E mais, muitas pessoas se convertiam, pois ali haviam curas, milagres, etc.

O diabo vendo isso fez uma reunião no inferno e enviou o primeiro demônio, a Pomba-gira. E ela falou para o pastor : Eu vou te derrubar!

O pastor logo amarrou o que o demônio falou, orou, jejuou, leu a Bíblia, fortaleceu o seu casamento, e ela foi embora.

O diabo convocou mais uma reunião e resolveu mandar o Demônio-do-Amor-ao-Dinheiro para encher os olhos do pastor de ambição material. Novamente o pastor orou, jejuou, leu a Bíblia, sacrificou tudo o que tinha, e o diabo caiu por terra.

Revoltado, o diabo enviou o Demônio-do-Orgulho para encher o coração do pastor de orgulho próprio. Mas o pastor orou, jejuou, leu a Bíblia, e se humilhou diante de Deus. E mais uma vez, o diabo caiu por terra.

O diabo viu que todas as suas tentativas tinham sido frustradas. Irado, resolveu mandar aqueles três demônios ficarem na igreja daquele pastor para ver aonde ele errava. E pra lá eles foram, só estudando e marcando os passos dele.

Um dia, os três demônios ainda sem pegar nada que pudessem usar contra o pastor, viram um outro demônio passar por aquela igreja. Vinha ele lá de longe, devagar, usando bengala, com uma aparência cansada… E os três demônios começaram a zombar dele. “Seu velho cansado, o que está fazendo por aqui?” E então perguntaram o nome dele.

Ele olhou de lado, abriu um sorriso lateral sarcástico e disse, “Meu nome? Eu sou o Demônio-do-Tempo. E vocês, o que fazem por aqui?”

E os outros demônios lhe contaram sua missão e como tinham fracassado até agora. Daí ele disse aos três, “Esperem que eu vou dar ordem quando vocês devem agir.” E disse mais: “Não tenham pressa pois eu sei como trabalhar.”

E aquele demônio sutilmente começou a agir.

Primeiro tirou o tempo daquele pastor, enchendo sua agenda de coisas para fazer. Logo, ele não tinha mais tempo para jejuar, e enfraqueceu. Depois tirou o tempo daquele pastor para não ler mais a Bíblia, e o não mais ouviu a voz de Deus. E sem ouvir a voz de Deus, sua comunhão esfriou. Foi aí então que aquele demônio deu a ordem para os outros entrarem em ação. E assim aquele pastor que arrebentava caiu.

O tempo é a 4ª arma usada pelo diabo para esfriar a fé dos que não perseveram. As vezes, ele nos faz muito atarefados. Outras, ele até causa um falso senso de bem-estar, faz as lutas cessarem durante um tempo para que nós nos acomodemos na fé. E é assim que ele nos derruba.

Lembre-se sempre de onde você veio, de onde você saiu, e do que Deus fez na sua vida para sempre se manter na fé. O vencedor não é o que começa mas sim o que termina.

Amem!!!!!

Denn Pires

Seja vigilante — Satanás quer devorar você!

Por Denn Pires há 5 dias

Seja vigilante — Satanás quer devorar você!

ANTES ele tinha amizade com Deus pai. Mas depois essa criatura espiritual, ou anjo, criou um desejo errado. Ele queria ser adorado pelos humanos. Ele deveria ter rejeitado logo esse desejo, mas não fez isso. Deixou o desejo crescer e acabou pecando. (Tiago 1:14, 15) Nós não sabemos qual é o nome original dele, mas hoje nós o chamamos de Satanás. Ele “não permaneceu firme na verdade”. Ele se rebelou contra Deus pai e se tornou “o pai da mentira”. — João 8:44.

2, 3. O que as palavras “Satanás”, “Diabo”, “serpente” e “dragão” mostram sobre o maior inimigo de Deus pai?

Desde que Satanás se tornou rebelde, ele passou a ser o maior inimigo de Deus pai e um inimigo dos humanos. As palavras que a Bíblia usa para falar de Satanás mostram que ele é realmente muito mau. Satanás significa Opositor. Isso mostra que esse anjo mau odeia o governo de Deus e luta contra isso com todo o seu poder. O que ele mais deseja é ver o fim do governo de Deus pai.

Em Revelação 12:9, Satanás é chamado de Diabo, que significa Caluniador. Quem é caluniador mente para prejudicar outra pessoa e foi o que Satanás fez. Ele sujou o nome de Deus quando chamou Deus de mentiroso. As palavras “serpente original” nos lembram de que Satanás usou uma cobra para enganar Eva. E a expressão “grande dragão” nos faz pensar num monstro agressivo, cruel e mau. Satanás é esse tipo de pessoa. Ele não quer que o propósito de Deus pai dê certo e quer destruir o povo de Deus pai.

4. O que vamos estudar neste artigo?

4 Vemos então que Satanás é a maior ameaça que enfrentamos para ficar fiéis. Por isso, a Bíblia nos avisa: “Mantende os vossos sentidos, sede vigilantes. Vosso adversário, o Diabo, anda em volta como leão que ruge, procurando a quem devorar.” (1 Pedro 5:8) Assim, vamos estudar neste artigo três características de Satanás que mostram por que é importante nos protegermos desse inimigo cruel de Deus pai e seu povo.

SATANÁS É PODEROSO

5, 6. (a) Dê exemplos que provam que os anjos são muito poderosos. (b) Em que sentido Satanás tem “os meios de causar a morte”?

5 Os anjos são muito poderosos. (Salmo 103:20) Eles têm mais inteligência e força do que os humanos. Os anjos fiéis usam esse poder para fazer o bem. Por exemplo, certa vez um anjo de Deus pai salvou o povo de Deus de seus inimigos, matando numa noite 185 mil soldados assírios. Isso seria impossível para um humano e difícil até mesmo para um exército. (2 Reis 19:35) Em outra ocasião, um anjo usou sua inteligência e poder para libertar os apóstolos de Jesus da prisão. Os guardas que estavam perto não viram o anjo destrancar as portas, libertar os apóstolos e depois trancar novamente as portas. — Atos 5:18-23.

Os anjos fiéis usam seu poder para fazer o bem, mas Satanás usa seu poder para fazer o mal. E, com certeza, Satanás tem grande poder e influência. A Bíblia o chama de “governante deste mundo” e de “deus deste sistema de coisas”. (João 12:31; 2 Coríntios 4:4) A Bíblia até diz que Satanás tem “os meios de causar a morte”. (Hebreus 2:14) Isso não significa que ele mesmo mata todas as pessoas. Então em que sentido ele causa a morte? Primeiro, no sentido de que esse mundo está cheio do ódio e da violência de Satanás. Segundo, no sentido de que todos os humanos pecam e morrem porque Eva acreditou na mentira de Satanás e porque Adão desobedeceu a Deus. (Romanos 5:12) Jesus disse que Satanás é um assassino. E ele é isso mesmo. (João 8:44) Sem dúvida, ele é um inimigo poderoso.

7. Como os demônios já mostraram que são poderosos?

 Ao ficarmos contra Satanás, também ficamos contra aqueles que o apoiam e que se rebelam contra o governo de Deus. Entre eles, estão muitos anjos rebeldes, que são chamados de demônios. (Revelação 12:3, 4) Esses demônios são bem mais fortes do que os humanos. Eles já mostraram muitas vezes isso, fazendo os humanos sofrer. (Mateus 8:28-32; Marcos 5:1-5) Devemos sempre lembrar que precisamos ter cuidado porque os demônios e seu governante são muito poderosos. (Mateus 9:34) Sem a ajuda de Deus pai, nunca conseguiríamos vencer nossa luta contra Satanás.

SATANÁS É CRUEL

8. (a) Qual é o objetivo de Satanás? (Veja a foto no começo do artigo.) (b) Por que você acha que este mundo é cruel como Satanás?

8 O apóstolo Pedro comparou Satanás a um “leão que ruge”. Um livro explica que a palavra grega que foi traduzida “ruge” indica o grito ou o barulho que uma fera faz quando está com muita fome. Essa comparação mostra bem como Satanás é cruel e mau. Ele já controla o mundo inteiro, mas isso não é o suficiente para ele. Satanás é como um leão que está com muita fome e procura mais vítimas. (1 João 5:19) Ele quer pegar principalmente os ungidos que estão na Terra e que são ajudados pelas “outras ovelhas”. (João 10:16; Revelação 12:17) O objetivo de Satanás é destruir o povo de Jeová. A perseguição que os cristãos verdadeiros sofrem desde a época dos primeiros cristãos até os dias de hoje prova que Satanás é muito cruel.

9, 10. (a) Como Satanás atacou a nação de Israel? Dê exemplos. (b) Por que motivo especial Satanás queria atacar o Israel antigo? (c) Como você acha que o Diabo se sente hoje quando um servo de Deus pai comete um pecado sério?

 Satanás mostra que é cruel também de outro modo. Um leão com muita fome não tem dó de sua presa. Antes de matar, ele não tem compaixão, nem se sente culpado depois. Da mesma maneira, Satanás não tem compaixão quando ataca suas vítimas. Por exemplo, os israelitas cometeram pecados. Como acha que Satanás se sentia cada vez que isso acontecia? Pense em quando Zinri cometeu imoralidade ou quando Geazi foi ganancioso. Sem dúvida, Satanás ficou contente com o resultado desses pecados. Isso foi uma vitória para ele.

Satanás fica muito feliz quando um servo de Deus pai comete um pecado (Veja o parágrafo 10.)

Satanás tinha um motivo especial para querer atacar o Israel antigo. Afinal, o Messias viria dessa nação e era o escolhido para esmagar a Satanás e provar que Deus pai tem o direito de governar. (Gênesis 3:15) Satanás não queria que os israelitas tivessem a aprovação de Deus pai, por isso fazia tudo o que podia para eles pecarem. Como ele se sentia quando isso acontecia? Não pense que Satanás ficou com dó quando Davi cometeu adultério ou quando Moisés perdeu a chance de entrar na Terra Prometida. Na verdade, Satanás fica muito feliz quando um dos servos de Deus comete um pecado grave. O Diabo usa essas vitórias para zombar de Deus pai. — Provérbios 27:11.

11. Por que Satanás talvez quisesse atacar Sara?

 Mas era de todas as gerações da família em que o Messias nasceria que Satanás tinha mais ódio. Por exemplo, pense no que aconteceu com Sara depois de Deus pai ter dito a Abraão que ele se tornaria “uma grande nação”. (Gênesis 12:1-3) Enquanto Abraão e Sara estavam no Egito, Faraó mandou levar Sara para a casa dele e queria que ela se tornasse sua esposa. Mas Deus pai protegeu Sara e a tirou daquela situação difícil. (Leia Gênesis 12:14-20.) Mais tarde, antes de Isaque nascer, Abimeleque, da cidade de Gerar, também tentou casar com Sara. (Gênesis 20:1-7) Será que Satanás estava por trás dessas situações? Sara tinha saído da rica cidade de Ur para morar em tendas. Então, será que Satanás queria usar os palácios luxuosos de Faraó e de Abimeleque como uma tentação para Sara? Será que Satanás achou que ela trairia Abraão, e até Deus pai, casando com um daqueles reis? A Bíblia não diz, mas é bem provável que o Diabo teria ficado muito feliz se Sara tivesse perdido a chance de se tornar parte de uma das gerações da família do Messias. Satanás não teria tido nenhum sentimento de culpa se aquela boa mulher tivesse destruído seu casamento, seu bom nome e sua amizade com Deus. Como Satanás é cruel e mau!

12, 13. (a) Depois do nascimento de Jesus, de que forma Satanás mostrou que é cruel? (b) O que você acha que Satanás pensa sobre os jovens que amam a Deus pai e se esforçam para servir a Deus pai?

12 Muito tempo depois de Abraão, Jesus nasceu. Não pense que Satanás achou que Jesus era um lindo bebê. Ele sabia que aquele bebê cresceria e se tornaria o Messias prometido. Jesus era a parte principal do descendente de Abraão e, mais tarde, iria “desfazer as obras do Diabo”. (1 João 3:8) Acha que Satanás em algum momento pensou que seria cruel demais matar uma criança? Não. Ele não se importa com o que é certo ou errado. E ele não demorou em tentar matar Jesus.

13 Quando os astrólogos contaram ao Rei Herodes que o “rei dos judeus” tinha nascido, Herodes ficou muito bravo e quis matar aquele bebê. (Mateus 2:1-3, 13) Então, ele mandou matar todos os meninos de 2 anos ou menos em Belém e nos seus distritos. (Leia Mateus 2:13-18.) Jesus sobreviveu a essa matança horrível. Mas o que isso mostra sobre nosso inimigo, Satanás? O Diabo não dá o menor valor à vida humana. Ele não se importa nem mesmo com crianças. Satanás é mesmo um “leão que ruge”. Nunca se esqueça de que ele é muito cruel!

SATANÁS É ENGANADOR

14, 15. Como Satanás tem “cegado as mentes” das pessoas?

14 Só existe uma maneira de Satanás fazer as pessoas ficarem contra nosso amoroso Deus pai. Ele engana as pessoas. (1 João 4:8) Satanás engana os humanos para que eles não fiquem “cônscios de sua necessidade espiritual”, ou seja, para que eles não se deem conta de que precisam ter uma amizade com Deus. (Mateus 5:3) O Diabo tem “cegado as mentes” das pessoas para que elas não vejam a verdade sobre Deus pai. — 2 Coríntios 4:4.

15 Uma das maiores armas que Satanás usa para enganar as pessoas é a religião falsa. Deus pai quer que nós adoremos somente a ele, e Satanás sabe disso. Então, imagine como Satanás gosta quando vê pessoas adora ele, etc. Infelizmente, até mesmo muitos que pensam que estão adorando a Deus da forma correta, na verdade, estão acreditando em coisas falsas e praticando rituais inúteis. Os israelitas do tempo de Isaías estavam numa situação parecida. Deus pai perguntou a eles: “Por que continuais a pagar dinheiro por aquilo que não é pão e por que é a vossa labuta por aquilo que não resulta em saciedade? Escutai-me atentamente e comei o que é bom, e deleite-se a vossa alma com a própria gordura.” — Isaías 55:2.

16, (a) Por que Jesus disse para Pedro: “Para trás de mim, Satanás”? (b) Como Satanás poderia nos enganar e nos levar a deixar de ser vigilantes?

16 Satanás pode enganar até mesmo servos zelosos de Deus pai. Por exemplo, pense no que aconteceu quando Jesus disse a seus discípulos que faltava pouco tempo para ele ser morto. O apóstolo Pedro amava muito a Jesus e disse: “Senhor, tem compaixão de ti; de modo nenhum te acontecerá isso.” Jesus respondeu: “Para trás de mim, Satanás.” (Mateus 16:22, 23, Almeida Revista e Corrigida) Por que Jesus chamou Pedro de “Satanás”? Porque Jesus sabia que logo ele morreria como sacrifício de resgate e provaria que o Diabo é um mentiroso. Aquele era um momento muito importante da história e não era hora de Jesus ter “compaixão” de si mesmo. Satanás teria pulado de alegria se Jesus tivesse deixado de ficar vigilante.

Ao contrário, continue vigilante. Satanás mente dizendo que o nova terra purificada está longe ou que nem virá. Nunca acredite nisso!

Que Deus abençoe vcs todos!

Amem!

Denn Pires

Declare o Reino de Deus em sua família e afaste o mal !!!

Por Denn Pires há 5 dias

Declare o Reino de Deus em sua família e afaste o mal !!!

Toda nossa família precisa ser consagrada a Deus pai.

“Buscai, em primeiro lugar, o Reino de Deus e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão dadas em acréscimo” (Mt 6,33). Quando não damos as primícias de nosso tempo para Deus, todas as coisas ficam desencontradas e sem segurança em nossa família.

É isso mesmo que o inimigo de Deus quer, que estejamos desprotegidos, sem o verdadeiro ponto de partida em nosso dia a dia, pois, assim, ele pode ter acesso para roubar, exatamente, o que temos de bom. Ele quer destruir tudo o que é bom em nós, porque o que é bom vem de Deus, e o inimigo quer destruir a criação do Senhor.

O objetivo do inimigo

O objetivo do inimigo é destruir tudo que vem de Deus, porque é invejoso, mentiroso, seduz as pessoas para o mal, a fim de que elas sejam totalmente desviadas do plano do Senhor. O demônio quer fazer com que as pessoas se tornem, cada vez mais, infelizes e desencontradas. Ele quer entrar no coração das pessoas e acabar com a bondade que Deus plantou nelas.

Não podemos achar que o homem é bom sozinho, sem Deus. A bondade vem do Pai, e precisamos cultivá-la, regá-la com a água do Espírito Santo.

Imagine, então, o risco que corremos quando não caminhamos lado a lado com Deus! Toda a nossa família precisa ser, urgentemente, levada para Ele, consagrada a Ele. E que possamos dizer: “Eu e minha casa serviremos ao Senhor”.

Precisamos agir antes que satanás invada e roube o que nos é mais precioso e sagrado; antes que ele roube o marido, a esposa, os filhos. Não deixemos que isso aconteça em nossa família, não nos enganemos nem percamos tempo.

Somos pessoas boas, mas isso não nos basta. Precisamos ser de Deus para valer, pois somente perseverando nele a bondade pode permanecer em nós.

Amem!!!!

Denn Pires

5 estratégias que o inimigo usa para nos enganar e destruir

Por Denn Pires há 6 dias

5 estratégias que o inimigo usa para nos enganar e destruir

O diabo só está conseguindo enganar tantas pessoas porque elas não conhecem suas estratégias de ataque. LEIA para conhecê-las, e proteja-se já!

Talvez você não saiba, mas há uma terrível guerra sendo travada neste exato momento. Ela teve início em tempos longínquos. Não falo de uma guerra mundial ou civil, nem de matanças no submundo do crime. Falo de uma guerra ainda mais devastadora, uma guerra que pode nos afetar física, mental e espiritualmente, e tem consequências eternas.

“Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade.” (Efésios 6:12)

Assim como há um Deus no céu, um Pai que nos ama, zela por nosso bem-estar físico, emocional e espiritual; que quer nos abençoar com o melhor que há, tanto na mortalidade quanto na eternidade; há um inimigo comum aqui na terra disposto a TUDO para nos tornar tão miserável quanto ele é.

O inimigo de Deus e do homem, conhecido com o diabo (Efésios 4:26), Satanás (Jó 2:2) ou Lúcifer (Isaías 14:12) conhece-nos muito bem. Ele e seus anjos caídos (Apoc. 12:9) estão a nossa volta, atentos a tudo o que fazemos e dizemos, trabalhando a mil para nos destruir.

A fim de nos protegermos, precisamos conhecer 5 estratégias que ele usa para nos enganar e destruir:

1. Tenta convencer-nos de que Deus não existe

É muito cômodo não crer em Deus, pois se Deus não existe, não existe pecado, então não haverá cobranças nem castigo. Não teremos que, um dia, prestar contas da nossa vida, já que, quando essa vida passar, sobrarão somente nossos restos mortais.

Porém, algo precisa ser levado em consideração: Deus não deixará de existir ainda que milhões decidam não crer Nele. Ideias não anulam fatos.

2. Tenta convencer-nos de que ele mesmo não existe

“Não existe diabo, consequentemente, não existe pecado.” Não é uma boa estratégia? É isso que ele quer que pensemos. Acho até que essa é a sua tática predileta, e, em minha opinião, a mais covarde e perigosa, pois as pessoas ficam desprotegidas por não saberem que estão sendo atacadas, e acabam sendo sempre as primeiras a cair.

Um sábio homem que viveu na América pré-colombiana registrou: “E eis que a outros ele [o diabo] lisonjeia, dizendo-lhes que não há inferno; e diz: Eu não sou o diabo, porque ele não existe – e assim lhes sussurra aos ouvidos até agarrá-los com suas terríveis correntes, das quais não há libertação”.

3. Torna o pecado divertido, belo e aceitável

“Um pouquinho não faz mal!”, “O que é bonito é para ser mostrado!”, “Meu corpo, minhas regras!”, “Vale tudo quando o assunto é amor!”, são justificativas bastante usadas para transformar aquilo que Deus condenou em algo belo e aceitável.

4. Tenta convencer-nos a colocar nossa vida e saúde em risco em busca de fortes emoções

Porque não tem e nunca terá um corpo físico, ele inveja o nosso. Por isso, quer que o coloquemos em risco. Ele aproveita-se do fato de gostarmos, pelo menos um pouco, de emoção e adrenalina, para nos induzir a obtê-las de maneira irresponsável, como dirigindo em alta velocidade, nadando em lugares perigosos, usando substância alucinógenas, bebendo, provocando brigas, aceitando desafios perigosos, etc.

5. Oferece-nos substitutos para Deus

Para consolar e acalmar o povo que murmurava pela demora de Moisés, na ocasião em que subiu ao monte Sinai para receber os 10 mandamentos, Aarão, seu irmão, construiu um bezerro de ouro para o povo adorar.

Hoje em dia, há outros deuses que o inimigo nos oferece como “consolo” e substituto para o Deus verdadeiro. Veja alguns exemplos:

A TV – quando deixamos de ajudar o próximo, de ler as escrituras, de ir à igreja, de cumprir com aquilo que Deus espera de nós porque temos aquele “programa imperdível” para assistir.

Um carro novo – quando negamos uma carona para quem precisa, porque não queremos sujá-lo ou estragá-lo.

Devemos luta contra o Diabo!! Orai e vigiai os nossos pensamentos!! O Diabo vai fazer de tudo para colocar pensamentos das trevas em nossa mente! O Diabo vai fazer de tudo para fazer uma lavagem em nossa mente! Então não deixa o Diabo fazer uma lavagem na sua mente!

Que Deus abençoe todos vcs!

Amem!!

Denn Pires

As fraquezas do Diabo!

Por Denn Pires há 6 dias

As fraquezas do Diabo!

A primeira fraqueza do diabo é a oração do louvor, porque ele não suporta o louvor a Deus por algo muito simples: Lúcifer, ou “portador de luz”, transformou-se em satanás, exatamente por não querer louvar a Deus. Isso é óbvio! Portanto, o louvor para ele é muito forte e pesado. Se nós queremos lutar contra o diabo, não temos outra coisa a fazer senão começar a louvar ao Senhor.

Se você conhece uma pessoa que precisa de ajuda, nem sempre é necessário que você faça orações de libertação por ela. Se existe um grupo de irmãos que rezam juntos, comecem a louvar a Deus ignorando o inimigo, e o louvor o incomodará de tal modo que ele fugirá.

O demônio não suporta o louvor! Isso poderia ser exemplificado como um rato escondido em um buraco; você joga água quente lá e, não a podendo aguentar, ele é obrigado a sair. O louvor faz com que o inimigo saia do buraco onde se encontra.

Lute por intermédio do louvor

Toda luta que o diabo trava, hoje, não é porque ele está mais forte do que antes, mas, provavelmente, porque está mais fraco. Graças a todo o louvor feito, especialmente em grupos de oração, por meio desses movimentos espirituais (em particular o movimento carismático), o maligno perde o controle e não sabe o que fazer. Por essa razão, nós temos de continuar a lutar por meio do louvor.

A segunda coisa que o diabo teme é a obediência, porque ele é desobediente. Dessa forma, tudo o que ele sugere, continuamente, é a desobediência. Nós, sacerdotes, em particular, devemos estar muito atentos a isso, pois é fácil cair nessa cilada do inimigo.

A terceira coisa também temida pelo diabo é a humildade. Ele sugere o “poder”. No fim das contas, ele é aquilo que é: o satanás, porque queria ter o poder.

Certa vez, um exorcista fez uma pergunta para ele: Por que você tem pavor de Maria? E ele disse: “Tenho pavor daquela mulher, da sua grande humildade”. A humildade é uma virtude que o inimigo de Deus teme mais do que a nós, porque essa virtude vai contra a natureza dele, pois ele é soberbo, orgulhoso, poderoso e faz o que quer. A humildade vai contra tudo isso.

Devemos luta contra o Diabo!! Orai e vigiai os nossos pensamentos!! O Diabo vai fazer de tudo para colocar pensamentos das trevas em nossa mente! O Diabo vai fazer de tudo para fazer uma lavagem em nossa mente! Então não deixa o Diabo fazer uma lavagem na sua mente!

Que Deus abençoe todos vcs!

Amem!!

Denn Pires

O Diabo odeia a família porque é imagem da Trindade!!!

Por Denn Pires há 6 dias

O Diabo odeia a família porque é imagem da Trindade, assegura exorcista norte-americano!

Vaticano, 26 de Julho de 2012 – Um sacerdote americano que atualmente está treinando para ser exorcista na diocese de Roma (Itália), assegurou que o diabo e os demônios em geral odeiam a família porque esta é “uma imagem da Santíssima Trindade”.

Em entrevista concedida ao grupo ACI, o presbítero, que preferiu manter-se no anonimato, assinalou que entre os fatores comuns que encontra nas pessoas possuídas vê pessoas com “profundas feridas em suas vidas e sobretudo, na sua família”.

O sacerdote indicou que o demônio facilmente tem acesso a famílias onde “os pais fizeram escolhas realmente más”, e ao obrar assim “convidaram influências malignas ao interior do seu lar”.

As más ações que atraem o demônio aos lares são “a infidelidade conjugal, o aborto, ou fazer coisas que desunem a família”, assinalou.

O presbítero admitiu que nunca pensou em dedicar-se ao exorcismo, mas um inesperado acontecimento em uma de suas primeiras Missas após sua ordenação, conferida 15 anos atrás, marcou o início de sua aproximação a este trabalho sacerdotal.

“No momento da consagração do sangue precioso, pedi ao Senhor que derrame seu sangue sobre a juventude e ajude a todos os jovens varões que poderiam ter vocação ao sacerdócio”, recordou.

A reação foi instantânea de um jovem de 13 anos surpreendeu o jovem sacerdote. “Ele caiu de costas e começou a grunhir. Eu pensei ‘Isto não era o que eu esperava!'”.

Muitos anos depois, ele é parte de uma nova geração de exorcistas em formação nos Estados Unidos, logo depois que os bispos do país decidissem, em novembro de 2010, aumentar o número de exorcistas nas dioceses do país.

Apesar de que a lei canônica estipula que cada diocese deveria contar com um exorcista, estima-se que não existem mais de 50 sacerdotes dedicados a este trabalho nos Estados Unidos.

O sacerdote, originário do nordeste dos Estados Unidos, explicou ao grupo ACI que “nós nos organizamos para assegurar que os que mais necessitem desta ajuda a obtenham”.

Durante sua estadia em Roma, onde foi enviado por seu bispo para aprender do trabalho de seis exorcistas oficiais dessa diocese, o sacerdote está “envolvido” em uma média de três exorcismos por dia.

“Não há dois casos parecidos. Este foi um verdadeiro aprendizado para mim. O rito do exorcismo não é uma fórmula mágica”, disse.

O sacerdote assinalou que “não é o demônio ou o exorcista quem está ao centro disto, mas uma pessoa que está sofrendo muito e que necessita de libertação certeira através de Cristo”.

O presbítero explicou que, em relação à correta terminologia, “demônio vem do grego, diabo do latim, qualquer um desses nomes estão bem” para designar Satanás. O exorcista combate, “anjos caídos que foram criados bons”, explicou.

Os primeiros Padres da Igreja, entre eles São Jerônimo e Santo Agostinho, especularam que estes anjos se rebelaram “pela revelação do plano de Deus da encarnação” e sua “repulsão à idéia de que Deus, que é espírito puro e infinito, tivesse que fazer-se homem”.

Por esta razão, o sacerdote indicou que os demônios têm uma “fascinação com o físico” e por “fazer que as pessoas sofram”.

“Uma vez que o rito inicia, normalmente (o demônio) começa-se a manifestar na pessoa, que sofre de diferentes maneiras, com violência, mudanças no rosto, mudança da voz, é diferente”, disse o padre recordando recentes exorcismos.

O sacerdote assegurou que o demônio “só quer intimidar, mas basicamente é preciso ignorá-lo e dizer ‘ouça, eu sou quem dá as ordens aqui”.

A inteligência angélica do demônio, disse o padre na sua entrevista ao grupo ACI, também implica que eles sabem que Deus só permite suas atividades diabólicas para levar a salvação a pessoas através de um “sofrimento expiatório”.

“Estas pessoas que sofrem estão se santificando ao oferecer seus sacrifícios”, que Deus então recebe e “abençoa a grande parte da Igreja em todo mundo”.

O sacerdote afirmou que “quando recorda isso ao diabo, ele fica furioso”, porque sabe que está perdendo, e portanto “quer conseguir o que puder, enquanto pode. Se não puder ganhar as almas destas pessoas, quer ao menos fazer suas vidas miseráveis”.

O presbítero americano indicou que quando fala com o demônio faz “uma série de perguntas: ‘qual é seu nome?’, já que quando usa seu nome em uma ordem, isso o debilita”. Uma vez que o demônio diz seu nome, o exorcista lhe ordena “sair”, e também lhe poderia perguntar “como entrou e quando vai sair”.

“(Ao responder a) este último é como se eles tivessem sido treinados para dizer o mesmo, ‘nunca sairei’, mas eventualmente o farão”.

A chave é limitar o diálogo, disse o aprendiz de exorcista. “Não se deve fazer perguntas só por curiosidade, isso não é saudável”, sublinhou.

Também é possível “dizer coisas para humilhar o demônio”, tais como invocar a presença de Santos, dos anjos da guarda e, a mais “temida” de todas, a da Virgem Maria. Então é “realmente possível ver uma mudança no comportamento do demônio”.

O final vem frequentemente quando o diabo começa a mostrar arranques de ira e violência, e é “comum que expulse espuma pela boca”.

No caso da quebra de uma maldição, a pessoa “começará a vomitar objetos que foram usados na maldição. O vômito fica verde, logo vermelho, e outra vez verde”.

Então, o exorcista sabe que “estou tocando fundo, que isto está sendo realmente eficaz e esses são bons sinais. Não é algo prazenteiro de ver, mas você sabe que ‘eu estou sendo efetivo aqui'”.

Devemos proteger a família sagra contra aos ataques do Diabo e seus soldados das trevas!!

Amem!!

Denn Pires

DEUS AMA A FAMÍLIA, O DIABO, ODEIA!

Por Denn Pires há 6 dias

DEUS AMA A FAMÍLIA, O DIABO, ODEIA!

Deus, que é Pai amoroso está mais interessado em restabelecer as famílias da terra, do que, propriamente, a igreja. Ele sabe que igreja estruturada é formada de famílias estruturadas. O diabo também sabe disso e investe pesado na desestruturação dessas famílias. E a forma mais eficaz e covarde que ele usa para destruí-las é atingir suas cabeças. Como numa luta corporal, onde adversário sabe que, atingindo a cabeça do seu oponente, todo o corpo estará desgovernado, sem reflexos e, com certeza, cairá sem forças.

Quantas famílias da terra hoje vivem sem a presença do pai. Morrem mais homens em acidentes de trânsito, brigas de rua, uso de drogas e mais homens são presos que mulheres.

Nós homens temos a missão mais difícil num relacionamento: a de estabelecer o Reino de Deus em nosso lar, na nossa família. Agora, que Reino é este, de que ele é formado e de que forma é implantado? É o mesmo Reino descrito na oração sacerdotal de Jesus, quando nos ensinou, dizendo: …venha a nós o vosso Reino, seja feita a vossa vontade, assim na terra como ela é estabelecida lá no céu… E este Reino é um Reino de justiça, paz e alegria no Espírito Santo, onde não há gritarias, espancamentos, ciúmes exagerados, falta de controles, desamor, traição, etc.

Não adianta encher a geladeira de nossas casas de “danoninhos” pros nossos filhos, quando não estamos dispostos a abrir mão do nosso tempo, de amizades, da nossa zona de conforto para estarmos com eles. É chegado o tempo que não basta orar pelos filhos, é preciso orar com eles. Eles necessitam de um referencial, alguém que lhes dê um norte de fé. Eles podem até ouvir nossos conselhos, mas, com certeza, seguirão nossos exemplos.

Porque eu acredito que, num relacionamento de uma só carne, nós homens temos a tarefa mais difícil nesse relacionamento? Porque Deus nos disse que deveríamos amar nossas esposas como Cristo amou sua igreja e se entregou por ela (Efésios 5).

E a esposa a tarefa de ser submissa ao seu marido. Todos nós sabemos que uma mulher bem amada, cuidada, amparada, protegida é mulher submissa. Assim como fez com Adão, lá no jardim do Éden, Deus cobrará do homem a responsabilidade pela vida espiritual de sua família, dos seus filhos, estando ou não perto deles. E a sua esposa, a responsabilidade de ajudar o homem nesse sacerdócio.

Na família, o homem tem a tarefa de levar o lixo para fora de sua casa, para que o lixeiro passe e recolha, não é? No reino espiritual também é assim: o homem deve levar pra fora tudo aquilo que for considerado “lixo”, sejam eles físicos ou espirituais. Leve para fora de sua casa os lixos da gritaria, das brigas, da bebedeira, do cigarro, das palavras malditas, da falta de amor e de carinho, da indiferença, da internet, da televisão e tudo o mais que o Espírito de Deus te mostrar que é lixo. Leve-os pra bem longe e os coloque num lugar onde o “lixeiro” possa levar para que nunca mais voltem. Esta missão é do homem (sacerdote da família), a da mulher é limpar o lugar onde esse “lixo” estava e a tarefa de todos da família é manterem esse lugar limpo.

Não abra mão de sua família, nenhum sucesso na vida tem sentido, se fracassarmos no nosso maior e melhor ministério, o de Uma Só Carne. Não adianta sermos uma bênção na igreja e uma maldição dentro de nossa casa. Queremos evangelizar o mundo, fazer missão em outros países e não conseguimos, sequer, amar aqueles que estão bem próximos de nós. Uma das mais belas formas de amor é quando renunciamos a nós mesmos e nos sacrificamos em favor do nosso próximo. Não há maior prova de amor do que dar a vida pelo nosso irmão. Toda palavra de Deus se resume em amar a Deus sobre todas as coisas e ao nosso próximo como a nós mesmos. Não existe ninguém mais próximo de nós que nosso cônjuge e filhos.

Antes de amarmos o mundo, precisamos amar nossa família. Família amada, estruturada no Senhor serve como farol para guiar e amar outras famílias.

Olhe e observe: como temos visto famílias destruídas. Como temos visto famílias criadas sem a presença do pai. E não nos enganemos, o homem, por pior que seja, é uma autoridade constituída por Deus dentro de sua família, crendo ou não Nele. Ele pode até não saber, mas é e deve ser o sacerdote da sua família e tem o poder de abençoar ou amaldiçoar toda sua casa. Muitas mulheres tem sofrido por causa de homens “cabeças duras” e que não dão o braço a torcer, acham que sua autoridade é conquistada na “porrada”. Autoridade não é e nunca foi conquistada na pancada, mas em amor. Jesus fez isso conosco, Ele conquistou toda autoridade, se dando e morrendo naquela cruz por nós com seu Amor incondicional.

Quando estávamos solteiros vivíamos de uma forma, porém, no momento que casamos, constituímos família, passamos a “morrer” devagarzinho para dar vida a essas pessoas, eu não diria fracas, porém “frágeis” e que precisam de nossa força. Passamos a comer menos para que eles comam mais, dormimos menos para que eles durmam e descansem mais, sofremos mais para que eles sofram menos. Esta é a missão de todo cristão: a de morrer para dar vida a outras pessoas. Mas não nos preocupamos, quem tem Jesus vive muito, tem vida abundante. Viva essa vida abundante de Deus na sua família de forma plena, sublime e constante em Cristo Jesus.

Devemos proteger as nossas famílias sagrada contra o ataque do Diabo! Devemos sempre mostra as nossas famílias o caminho certo para encontrar o nosso Deus pai na caminhada da vida eterna!!

Amem!!!

Denn Pires

Por que satanás odeia a Família?

Por Denn Pires há 6 dias

Por que satanás odeia a Família?

Basta observar as propagandas contra o conceito tradicional de família nos anúncios espalhados pela cidade e as conversas com pessoas ao redor para confirmar que a família está sob ataque. A pornografia pela internet, a pressão dos ativistas homossexuais, a banalização do divórcio e a imoralidade geral, tudo atenta para a desconstrução da noção bíblica de família. De fato, “pela primeira vez na História, a civilização ocidental é confrontada com a necessidade de definir o significado dos termos ‘casamento’ e ‘família’”. 1 Isso revela uma crise cultural sem precedentes.

Esse impasse moral possui fundamentos espirituais, pois “o mundo jaz no Maligno” (1Jo 5.19). A primeira investida de Satanás foi contra o primeiro casal e os efeitos daquela investida foram nocivos à família: a transferência de culpa entre os cônjuges (Gn 3.11-12), o primeiro fratricídio (Gn 4.8-10), o surgimento da poligamia (Gn 4.19), etc. A família realmente está sob ataque cultural e também espiritual, ou seja, o próprio Maligno quer destruí-la. É por isso que eu continuo falando que a família sagrada esta sendo atacada 24h!

Devemos continuar essa luta para defender e proteger a formação tradicional da nossa família sagrada e abençoada por nosso Deus pai!

Por que Satanás odeia tanto a família? Certamente porque ela é importante. A família é fundamental para a criação e educação da próxima geração, mas não apenas por isso. Segundo as Escrituras, a família é fundamental para instruir e capacitar a pessoa para os diferentes aspectos da vida.

1. Ela é um centro de aprendizado teológico

Há vários aspectos da vida cristã sobre os quais Deus decidiu nos instruir usando a família. Essa é uma das metáforas mais utilizadas na Bíblia, pois há lições que só podem ser aprendidas mediante uma compreensão correta da família, conforme instituída por ele.

A. Deus a usa para nos ensinar sobre sua própria natureza

A relação entre os membros de uma família estabelece um vislumbre do relacionamento existente entre as Pessoas da Trindade. O convívio familiar deve refletir a natureza relacional de Deus. Por essa razão, o objetivo de Satanás é destruir qualquer relacionamento pacífico na família, pois assim ele criará confusão quanto à natureza relacional do próprio Deus.

B. Deus a usa para nos ensinar o evangelho

Quando Deus justifica alguém em Cristo, essa pessoa é adotada como seu filho. Dessa maneira, aprendemos que o relacionamento entre pais e filhos não é sem importância. Além do mais, a adoção acaba espelhando a misericórdia de Deus conosco. Assim, o evangelho da graça pode ser experimentado diariamente pelos filhos de Deus. Todavia, se Satanás destruir os relacionamentos entre pais e filhos, ele distorcerá a mensagem do evangelho para as pessoas.

C. Deus a usa para nos ensinar sobre a Igreja

Pedro chama a igreja de a “casa de Deus” (1Pe 4.17) e Paulo diz que os crentes são a “família de Deus” (Ef 2.19; 3.15). Desde que os cristãos são unidos sob a paternidade do Pai pela adoção em Cristo, eles constituem a família de Deus e devem se relacionar como “irmãos” e “irmãs” em Cristo. Assim, a vida familiar ajuda a compreender o tipo de comunidade a ser desenvolvido na igreja. Por essa razão o Inimigo procura destruir a família, pois isso acabará distorcendo nossa compreensão sobre a igreja.

Desse modo, para se compreender a virtude relacional de Deus, o seu evangelho e a sua igreja, é necessário primeiro compreender a natureza da família. Quando um cônjuge abandona o outro, quando pais e filhos não se relacionam bem, quando se defende um conceito “diferente” de família com dois pais, duas mães, ou sem a fidelidade exigida no relacionamento, etc., a metáfora é distorcida. Sempre que isso ocorre, Satanás consegue destruir o centro de instrução teológica no lar.

2. A família e a capacitação para o serviço ao próximo

A família não é atacada apenas pelo que ela representa, mas também pelo que ela produz. De fato, Deus a estabeleceu para ser um centro de capacitação tanto na igreja quanto no mundo, pois ali se aprende a servir o próximo.

A. A família e o serviço na igreja

Ao discorrer sobre os relacionamentos corretos na igreja, Paulo ensina que os homens idosos devem ser tratados como pais, os moços como irmãos, as mulheres idosas como mães e as moças como irmãs (1Tm 5.1-2). Na verdade, ele indica que devemos olhar para a família a fim de nos relacionarmos no contexto eclesiástico. Naquela mesma carta, Paulo estabelece que uma das maneiras de identificar pessoas qualificadas para o presbiterato é considerar se eles governam bem a própria casa (1Tm 3.4-5). Assim, a família serve como padrão para relacionamentos na igreja e modelo para liderança eclesiástica. A vida e o serviço a ser desempenhado na igreja podem ser aprendidos no contexto familiar. Se o Maligno consegue desconstruir esse padrão, as implicações para a vida comunitária na igreja são catastróficas.

B. A família e o serviço na sociedade

A família presta significante contribuição também à sociedade. Ela não é somente a célula da comunidade, mas também o centro que capacita pessoas para o serviço ao próximo. Além do mais, ela serve igualmente a sociedade quando representa corretamente o seu papel ilustrar as verdades profundas do evangelho. Nesse sentido, temas como paternidade, adoção, relacionamento fraternal, harmonia relacional, etc., são encontrados no contexto da família instituída por Deus. Esses “indicadores do evangelho” acabam servindo de parâmetro para que as pessoas não cristãs compreendam as promessas evangélicas. Por isso, quando noções corretas desses temas são distorcidas, os indicadores do evangelho são corrompidos e até perdidos.

Consequentemente, os ataques de Satanás à família não deveriam nos surpreender. Se puder destruir o padrão bíblico de família ele distorce não apenas uma metáfora de ensino, mas um centro de capacitação e serviço que ministra tanto à igreja quanto ao mundo.

3. A família e a esperança escatológica

Por melhor que seja o relacionamento de uma família, seus membros sempre compreenderão que o bom não é perfeito! O amor e a alegria resultantes da harmonia entre os cônjuges, do relacionamento sadio entre pais e filhos e das atividades de serviço e apoio mútuos no contexto familiar ainda são marcados por falhas e imperfeições. Assim, as deficiências da família inspiram o anelo pelo momento em que as bênçãos do convívio familiar serão perfeitas. Somente na eternidade com Deus as pessoas poderão desfrutar plenamente a alegria do amor paternal, da intimidade e da harmonia que não cessará. De fato, os benefícios familiares experimentados na terra são apenas vislumbres da glória por vir.

Se Satanás desconstrói a família aqui na terra, ele consegue desconstruir a esperança de uma família perfeita e distorce o anelo pelo gozo celestial. Por isso ele é tão intenso em seu ataque à família sagrada.

Após essas considerações é possível compreender não apenas o propósito de Satanás contra a família, mas a própria importância dela nos planos de Deus. Por isso, a batalha pela fé entregue aos santos também inclui o cuidado e a proteção por famílias biblicamente alicerçadas.

Devemos proteger a família sagra contra ao ataques do Diabo e seus soldados das trevas!!

Amem!!

Denn Pires

Criação de filhos à maneira de Deus!!!

Por Denn Pires há 6 dias

Criação de filhos à maneira de Deus!!!

Disciplina: ordem, conduta que assegura o bem-estar dos indivíduos. Nesse estudo veremos como deve ser a criação e a correção dos filhos à maneira de Deus.

Quem ensina e corrige: 1º o pai, 2º a mãe. O pai é que ensina, repreende e disciplina quando está presente. Se não é a mãe. Se mesmo a mãe corrigindo não der resultado, o pai fará isso quando chegar.

Os filhos PRECISAM respeitar pai e mãe. Ef 6.1-3

Autoridade e concordância do casal em frente aos filhos.- Os filhos não devem ver os pais discordando ou não os respeitarão. O pai precisa cuidar que a mãe seja respeitada e honrada pelos filhos.

Astúcia da criança – pedir algo p mãe e dizer pro pai que a mãe deixou

– pedir pra ir na casa do fulano, mãe não deixa. Então vai pedir pro pai que deixa.

O casal precisa combinar um com o outro antes de dar a resposta pra nãohaver conflitos. Pais concordando traz segurança pra criança e firmeza de caráter.

A vara -Porque a vara? Representa autoridade Ap.2.27(regerá com vara de ferro)

Como usar. 1º Explicar porque vai corrigir

2º Aplicar a vara

3º dizer que precisa pedir perdão pelo que fez

4º abraçar

5º abençoar

Quando usar. Para corrigir desobediência e manha.

Desobediência é fazer a própria vontade

Manha – insistência em algo para fazer a própria vontade

As 2 coisas são iguais no fim pois mostram que a criança quer que a vontade dela seja feita.

A vara e a repreensão dão sabedoria, mas a criança entregue a si mesma, envergonha a sua mãe. Pv 29:15

O que não faz uso da vara odeia seu filho, mas o que o ama, desde cedo o castiga.

Pv 13:24

A insensatez está ligada ao coração da criança, mas a vara da disciplina a livrará dela. Pv 22:15

Não evite disciplinar a criança; se você a castigar com a vara, ela não morrerá.

Pv 23:13

Meu filho, não despreze a disciplina do Senhor nem se magoe com a sua repreensão, pois o Senhor disciplina a quem ama, assim como o pai faz ao filho de quem deseja o bem. Pv 3:11,12

Nos lábios do entendido se acha a sabedoria, mas a vara é para as costas do falto de entendimento. Pv 10:13

Comportamento – Ensinar durante a semana o que é esperado da criança seja cultos, grupos, casa dos outros, na rua, eventos, etc.

O caminho para a vida é daquele que guarda a instrução, mas o que deixa a repreensão comete erro. Pv 10:17

Pobreza e afronta virão ao que rejeita a instrução, mas o que guarda a repreensão será honrado.Pv 13:18

O tolo despreza a instrução de seu pai, mas o que observa a repreensão se haverá prudentemente. Provérbios 15:5

Sabes, pois, no teu coração que, como um homem castiga a seu filho, assim te castiga o Senhor teu Deus. Dt 8:5

Deus não tira as consequências do pecado- O Senhor é longânimo, e grande em misericórdia, que perdoa a iniqüidade e a transgressão, mas não inocenta o culpado, e visita a iniqüidade dos pais sobre os filhos até a terceira e quarta geração. Nm.14:18

Eis que bem-aventurado é o homem a quem Deus repreende; não desprezes, pois, a correção do Todo-Poderoso. Jó 5:17

E já vos esquecestes da exortação que argumenta convosco como filhos: Filho meu, não desprezes a correção do Senhor, e não desmaies quando por ele fores repreendido; Porque o Senhor corrige o que ama, e açoita a qualquer que recebe por filho. Se suportais a correção, Deus vos trata como filhos; porque, que filho há a quem o pai não corrija? Mas, se estais sem disciplina, da qual todos são feitos participantes, sois então bastardos, e não filhos.

Além do que, tivemos nossos pais segundo a carne, para nos corrigirem, e nós os reverenciamos; não nos sujeitaremos muito mais ao Pai dos espíritos, para vivermos? Porque aqueles, na verdade, por um pouco de tempo, nos corrigiam como bem lhes parecia; mas este, para nosso proveito, para sermos participantes da sua santidade. E, na verdade, toda a correção, ao presente, não parece ser de gozo, senão de tristeza, mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos exercitados por ela. Hb 12:5-11

Hora de dormir – Horário dos filhos é diferente dos pais. As crianças não podem dormir só quando os pais dormem.

1 mês Sono da noite Sonecas 16 a 20 horas

3 meses De 6 a 9 horas Dividida em várias sonecas 15 horas

6 meses De 9 a 11 horas divididas em duas a três sonecas 14 horas

1 ano De 9 a 10 horas Uma soneca de manhã e outra à tarde 13 horas

2 anos 10,5 horas uma soneca à tarde 12,5 horas

3 anos 10,5 horas uma soneca à tarde 12 horas

De 4 a 10 anos dormem até 12 horas sem soneca

Onde dormir – jamais na cama dos pais. Após o 1º mês de preferência em outro quarto pra ir se acostumando. Dormir no escuro pois é saudável e não deixa o medo entrar na vida da criança. Crianças que dormem com luz acesa são mais dependentes e tem a imunidade sempre baixa.

Alimentação –ensinar como comer sozinho conforme a idade. .

Os filhos e filhas são presente do nosso Deus pai para pais abençoado por nosso Deu pai!!

Os pais bondosos e carinhoso são presente do nosso Deus pai para os filhos e filhas!!

Amem!!