Gileno de Sá Cardoso

A FORÇA DA FÉ

Por Gileno de Sá Cardoso há 1 ano

Não sou quem acho que sou. Não és quem achas que és. O que acontece penso que é de um jeito, mas juras que é de outra forma. Por vezes nos angustiamos com a nossa vida, que para os outros é maravilhosa. Tudo isso porque o nosso ponto em comum está obnublado por elucubrações que nos destoam da realidade. E quanto mais queremos conhecer o nosso Eu real e verdadeiro, mais nos afastamos dele. Ao desistirmos de cada tentativa  para atingirmos o inantingível, percebemos que ao nos permitirmos mais uma vez, ficamos um pouco diferentes do que éramos e cada vez mais somos envolvidos em uma atmosfera de leveza e paz.