Renato Mendes

Único Poder

Por Renato Mendes há 8 meses

Tudo é regido por um único poder, e este poder não é meu nem seu.

É ilusão pensar que podemos alguma coisa, que nosso poder é maior ou menor que outro poder, que fazemos algo a alguém porque temos poder maior do que o outro ou vice-versa.

Não há dois poderes, há apenas um poder. É preciso conscientizar-se profundamente disto.

E este único poder não está à nossa disposição para usarmos como nos convém, passamos muito tempo estudando e fazendo qualquer tipo de práticas para termos acesso a este poder e faze-lo nos servir. Não, isto não funciona.

Por creditarmos poder em nós mesmos vivenciamos o sofrimento, sofremos quando queremos que as coisas sejam diferentes e também sofremos quando queremos que as coisas perpetuem, não temos o poder de realizar nenhuma destas coisas, mas ainda assim, por ignorância, insistimos em acreditar que sim.

No entanto existe uma maneira de escaparmos ao sofrimento, esta maneira é nos colocar à disposição deste único poder, resistir a ele é fazer uso do egoísmo. A paz e a felicidade são o que buscamos, mas nunca encontramos pois buscamos de forma incorreta e isto gera mais infelicidade. Paz e felicidade existem quando abandonamos nossas ilusões de poder e conscientemente nos abrimos a este único poder, ele então conduzirá nossas vidas com paz e felicidade, mas a paz e felicidade dele e não deste mundo que julgamos erroneamente serem paz e felicidade quando na verdade são guerra e prazer.

Entregue suas ilusões, renda-se, abra-se a isto, e veja a sua vida sendo conduzida sem as suas opiniões, desejos, necessidades e obrigações, permita-se experimentar esta realidade. O ego pode investir contra isto dizendo ser fraqueza, que será um salto no escuro e sem ele, o ego, você irá se machucar, mas é exatamente o contrário, o ego é fraqueza e usa de chantagens e ameaças para justamente esconder esta fraqueza, como disse só há um único poder, e ele não é do ego.

Figura

Não construa, não cultive, não crie, não, você não pode nada disto, perceba claramente, não tem participação sua desta maneira, a sua participação é entregar-se, entrega total, é um despojar, desnudar-se, render-se.

Você não pode fazer com o que vento entre pela janela, você pode apenas abrir a janela e o vento entrará por si mesmo.
Renato Mendes

Estar humano

Por Renato Mendes há 9 meses

Você não é um ser humano, você temporariamente é um estar humano.

E o que é estar humano? Estar humano é vivenciar tudo sob a ótica humana.

E o que é isto? Individualismo!

Figura

Individualismo é achar que há você e o outro e ambos terem poder. E que muitas vezes o seu poder é mais forte que o do outro e algumas vezes mais fraco.

Individualismo é achar que tem poder de escolha, poder de ação, poder de pensar, refletir, raciocinar, poder qualquer, poder até de alterar o ambiente, dar rumo à vida, prever, profetizar, esquecer e lembrar.

Mas que ironia, apesar de acreditar ter todos estes poderes não tem o poder de fazer o coração bater, o sangue correr, as células trabalharem, o estômago digerir e o intestino absorver. Não tem poder de fazer o cabelo mudar de cor, crescer, as unhas pararem de crescer, de fazer aquela dor parar, aquela doença acabar, de evitar a morte, de evitar o sono, de sonhar e de acordar.

Ou seja, tem poder sobre tudo menos sobre si mesmo. Que ironia.

E depois de tudo, estar humano é acreditar ter poder de estar certo, julgar e condenar.

Estar humano é a crença de que há você e o outro e ambos terem poder.