Gileno de Sá Cardoso

ZONA DE CONFORTO

Por Gileno de Sá Cardoso há 1 mês

          A prostituição, antes chamada de "zona do meretrício", era "velada", todos sabiam da sua existência, mas ninguém tomava uma providência.

          Hoje com o passar dos anos, acho que ela de alguma forma entrou dentro de cada um de nós, nos prostituindo de alguma forma. 

          Assim, os limites pré estabelecidos já não podem e talvez nem devam ser respeitados. Acho que, da mesma forma que enxergo isso bem claro em mim mesmo. 

          Tantas vezes fiz algo que não gostaria de ter feito ou estar fazendo, algo que não gostei a mim mesmo me prostituindo. 

          Então hoje vemos esta mesma zona espalhada pelos quatro cantos do mundo, também e mais conhecida como "zona de conforto".

          Dessa forma então acho, talvez seja o momento importante prá cada um de nós repensarmos sob esta ótica, prá observar que se de alguma forma ou algum modo não poderíamos fazer algo com mais amor.

          Ou com menor resistência, prá que talvez possamos nos sintonizar de uma forma mais adequada.   

          Felicidade agora e sempre à todos amigos, da melhor forma que houver prá cada um de nós.

Junior Ahmad

Gileno de Sá Cardoso

A FELICIDADE ETERNA DA DÚVIDA

Por Gileno de Sá Cardoso há 5 meses

A certeza é a razão, a convicção, é a "zona de conforto". É preferível então se aventurar em procura da liberdade. Ser livre é não se apegar a nenhuma certeza, é duvidar de tudo e sair dessa zona de conforto para encontrar a Felicidade plena e contínua. A felicidade da certeza só dura até você ser discordado, por que você vai abrir mão dela em troca da razão.