Paz para o mundo

Paz para o mundo

Reproduzir todos os áudiosDownload
Paz para o mundo - 1ª parte
Paz para o mundo - 2ª parte
Paz para o mundo - 3ª parte

Conversa realidade em Curitiba/PR

Nessa conversa Joaquim de Aruanda fala do trabalho que cada um precisa realizar para levar paz para o mundo. Mais adiante ele volta a falar sobre o mundo e afirma que é a vida de cada um, pois o planeta é o somatório de todos que habitam nele. Sendo assim, levar a paz para o mundo é cada um trabalhar a sua paz interior na lida consigo e com o próximo. 

Reconhecendo os inimigos da felicidade

Reconhecendo os inimigos da felicidade

Reproduzir todos os áudiosDownload
Reconhecendo os inimigos da felicidade - 1ª parte
Reconhecendo os inimigos da felicidade - 2ª parte
Reconhecendo os inimigos da felicidade - 3ª parte
Reconhecendo os inimigos da felicidade - 4ª parte

Depois de convocar em Brasília os amigos para participarem de uma revolução anárquica espiritualista, Joaquim de Aruanda diz que é necessário ensinar àqueles que pretendem participar dessa revolução a identificar os alvos e executar a mira perfeitamente para poder eliminar o causador do sofrimento. É isso que faz nessa conversa no Rio de Janeiro.

Texto não disponível 

Problemas no centro

Problemas no centro

Reproduzir todos os áudiosDownload
Problemas no centro

Os amigos da Sangha São Carlos pediram ajuda de Joaquim de Aruanda para resolver alguns problemas que estavam acontecendo na gira de umbanda. O amigo espiritual os ajudou priorizando a reforma íntima de cada um nas suas respostas, é claro

Expectativas

Expectativas

Transcrição de uma conversa particular de Joaquim com um amigo em Rio das Pedras. Ela gira em torno das expectativas que vivemos com relação aos acontecimentos dessa vida. 

Revolução Anárquica Espiritualista

Revolução Anárquica Espiritualista

Reproduzir todos os áudiosDownload
Revolução anárquica espiritualista - 1
Revolução anárquica espiritualista - 2
Revolução anárquica espiritualista - 3
Revolução anárquica espiritualista - 4

Palestra comemorativa ao 20º aniversário do EEU

QUARTA CONVERSA - CAMINHO MATERIAL (HUMANO)

QUARTA CONVERSA - CAMINHO MATERIAL (HUMANO)

Reproduzir todos os áudiosDownload
Pra ser feliz - quarta conversa - parte 1
Pra ser feliz - quarta conversa - parte 2

Nesta quarta e última conversa Joaquim mostra que há um caminho para se aproximar de Deus (ser feliz) que pode ser trilhado mesmo por aquele que não acredita em Deus. Um caminho que não usa os ensinamentos dos mestres. 

Terceira conversa - Caminho búdico

Terceira conversa - Caminho búdico

Reproduzir todos os áudiosDownload
Pra ser feliz-Terceira conversa-Parte 1
Pra ser feliz-Terceira conversa-Parte 2

Terceira conversa do estudo Pra ser feliz, onde Joaquim está revendo instrumentos para o ser humanizado utilizar durante a vivência da vida humana e assim estar feliz. 

Nessa conversa é falado do apego às posses, paixões e desejos, do Nobre Caminho Óctuplo e outros ensinamentos de Buda

Segunda conversa - Amar a tudo e a todos, Impermanência, Interdependência e Não-eu

Segunda conversa - Amar a tudo e a todos, Impermanência, Interdependência e Não-eu

Reproduzir todos os áudiosDownload
Pra ser feliz-Conversa 2-Amar a tudo e a todos
Pra ser feliz-Conversa 2-Impermanência, Interdependência, Não-eu

Segunda conversa do estudo Pra ser feliz, onde Joaquim está revendo instrumentos para o ser humanizado utilizar durante a vivência da vida humana e assim estar feliz. 

Pra ser feliz - 01 - Cinco Verdades Universais

Pra ser feliz - 01 - Cinco Verdades Universais

Reproduzir todos os áudiosDownload
Pra ser feliz - 1.1
Pra ser feliz - 1.2

Nessa primeira conversa, Joaquim comenta sobre o ensinamento que está contido no Evangelho Apócrifo de Tomé: Cinco Verdades Universais

Convivendo com a vida

Convivendo com a vida

Reproduzir todos os áudiosDownload
Convivendo com a vida - parte 1
Convivendo com a vida - parte 2
Convivendo com a vida - parte 3

Nessa conversa Joaquim de Aruanda convoca aqueles que querem aproveitar a encarnação e realizar o seu objetivo espiritual a lutarem contra a humanidade a qual estão subordinados, principalmente contra os apegos a elementos que são considerados como santos, divinos, amados, queridos, ou seja, aqueles que são mais caros ao ao ser. Ele chamou essa guerra de 'Revolução Anárquica Espiritualista'.